Suomen sivusto, jossa voit ostaa halvalla ja laadukas Viagra http://osta-apteekki.com/ toimitus kaikkialle maailmaan.

Yritti äskettäin viagra, se toimii erittäin tehokkaasti)) Ostaa Internetin kautta täällä viagra Myös ostaa levitra oikeudenkäynti, vaikutus on silmiinpistävää.

17.ppp vol 3 n.1 - alves & lopes

Alves, V. P. & Lopes, C. Idosos, Inserção social e envelhecimento saudável no contexto da Educação a Distância Idosos, Inserção Social e Envelhecimento Saudável no Contexto
da Educação a Distância nas UnATIS: Um Relato de Experiência
Elders, Social Insertion and Healthy Aging in the Distance
Learning Context within the UnATIS: An Experience Report.
Instituições e sociedade em geral estão oferecendo oportunidades sociais com impactos na vida saudável dos idosos. Universidades públicase privadas engajaram-se nessa proposta através de projetos como o da Universidade Aberta à Terceira Idade (UnATIs). A educação que aíacontece tem facilitado a integração dos idosos aos avanços das tecnologias de comunicação e informação, sobretudo por meio da educação adistância. O exercício da memória por meio desse tipo de educação pode auxiliar na diminuição dos efeitos das doenças relacionadas àmemória, como a doença de Alzheimer, provocando maior qualidade de vida e resgate do sentido da vida para essas pessoas.
Palavras-chave: memória em idosos; educação a distância; universidades abertas à terceira idade.
Abstract
Institutions and society in general have been providing social opportunities with a direct impact upon the elderly’s healthy lives. Public andprivate universities have engaged themselves in special projects, such as the Open Universities for the elderly (UnATIs). Education atUnATIs has facilitated the integration of elders into the new forms of informational and communicational technologies, especially throughlong distance learning. The memory training exercise provided by this type of education may help to diminish the effects of memory relateddiseases such as Alzheimer, generating a higher standard of living and a renewed sense of raison d’être to these persons.
Key words: the elderly's memory; long distance learning; open universities for the elderly.
Introdução
Psicossociogerontologia ligados aos dois programasde Pós-Graduação Stricto Sensu da UniversidadeCatólica de Brasília, o de Psicologia e o de Nos últimos anos temos realizado diversas Gerontologia, onde temos colhido interessantes resultados, que pressupõem um bom embasamento 1 Doutor em Ciências da Religião pela UMESP e professor no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Gerontologia da UniversidadeCatólica de Brasília. Contato: Universidade Católica de Brasília, QS 07 Lote 01 – Sala M104 – tel.(61)3356-9751- cep.: 71909-180 –ÁGUAS CLARAS – DF. E-mail: vicente@ucb.br2 Doutor em Sociologia da Educação pela PUC-SP e Coordenador do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Educação a Distância daUniversidade Católica de Brasília.
Pesquisas e Práticas Psicossociais 3(1), São João del-Rei, Ag. 2008 Alves, V. P. & Lopes, C. Idosos, Inserção social e envelhecimento saudável no contexto da Educação a Distância teórico, com o qual queremos dividir nesse artigo geriatras, cuidadores de idosos, enfermeiros, com os demais pesquisadores. Assim, acreditamos fisioterapeutas, professores, enfim, profissionais que para haver uma vida saudável na velhice é interessados no atual dilema gerontológico. Esta é a necessário que ocorra uma série de fatores razão pela qual as UnATIs estão demonstrando seu biológicos e sociais que confluam para este compromisso com a ética e a política nacional do objetivo. Estamos seguros de que hoje em dia há idoso, na democratização de novas oportunidades novos caminhos e novas possibilidades que se abrem para as pessoas que iniciam sua velhice, tecnologias da informação e comunicação a esse porque o desprezo e a marginalização tendem a ceder espaço na sociedade por um clima mais Com o aumento da longevidade, é cada vez acolhedor e respeitoso dedicado àqueles que têm acompanhados de perto, porque uma parcela processo inevitável para todos os seres humanos, significativa de idosos evolui para quadros de por outro, temos a certeza de que a evolução demência. Calcula-se que de 10% a 15% das que contínua e permanente da Medicina, por meio de uma ação profilática no campo de saúde preventiva, enfermidade. Daí em diante, a prevalência cresce tem contribuído grandemente para o aumento 3% ao ano, até atingir quase 50% das que chegam gradativo da sobrevida da população, conduzindo-a aos 85 anos. Entre os quadros de demência, o mais a um envelhecimento com mais qualidade. A comum é a doença de Alzheimer, descrita em 1907 população de mulheres e homens com mais de 60 pelo neurologista alemão Alois Alzheimer (1864– anos é a que mais cresce no Brasil e também em 1915), que acometerá, no mundo, em 2025, mais de outros países, o que induz a uma alteração na 22 milhões idosos, segundo estimativas da composição da sociedade, resultando em uma Organização Mundial da Saúde (OMS, 2008).
inversão da pirâmide populacional, cuja base deixa Veremos, então, nesse artigo, inicialmente a de ser o jovem e passa a ser o idoso. Estes aspectos situação dos idosos no contexto brasileiro, para biológicos estão muito claros nesses últimos anos depois abordarmos o surgimento histórico das de pesquisa e de busca, que se refletem no aumento UnATIs e dois exemplos significativos que estão considerável da expectativa de vida dos brasileiros.
lhes auxiliando a superar seus problemas. Logo depois, abordaremos a doença de Alzheimer, um pesquisas, uma vez que os grandes laboratórios dos problemas ligados à memória das pessoas multinacionais têm investido muito na descoberta idosas, e como o uso da informática pode melhorar de novos medicamentos, é o fator social que a memória dessas pessoas. Por fim, como as envolve esses idosos. Parece-nos que os avanços UnATIs podem contribuir nesse processo de sociais de aceitação desta nova realidade (a melhora das condições de vida desses, por meio da ascendência dos vetores gráficos que mostram uma futura superação dos idosos sobre os jovens) aindasão tímidos e precisam de um grande investimento Condições de Vida e Memória do
de toda a sociedade em direção a superar os Idoso: Envelhecimento e Educação ao
Longo da Vida
Os pontos que queremos abordar nesse artigo dizem respeito a algumas pistas que podem ajudar O Brasil vem apresentando, em seu contexto os próprios idosos a vencer as dificuldades que populacional, uma quantidade nunca vista de cotidianamente o meio social lhes impõe. Parte idosos, sendo que o grupo etário de 60 anos ou mais dessa discussão reflete o que temos realizado no é o que apresenta maior crescimento. Como aponta mestrado de Gerontologia da Universidade Católica Camarano (2004, p. 25), nas seis últimas décadas de Brasília e na pesquisa em andamento sobre do século passado, a população de idosos cresceu educação e velhice. As universidades têm investido de 1,7 milhões em 1940 a 14,5 milhões em 2000.
muito na criação das Universidades Abertas à Estima-se que, em 2025, haverá mais de 30 milhões de idosos no Brasil, conforme dados do Instituto possibilidades de investimento nessa área de Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, 2008).
educação, aliando a pesquisa e a extensão. Os Frente a essa realidade, as políticas públicas resultados têm sido tão promissores, que precisam governamentais precisam atuar para melhorar as ser divulgados aos profissionais da área de saúde condições de vida das pessoas idosas, sobretudo que lidam com pessoas idosas, como os médicos, auxiliando-as no processo de envelhecimento, que Pesquisas e Práticas Psicossociais 3(1), São João del-Rei, Ag. 2008 Alves, V. P. & Lopes, C. Idosos, Inserção social e envelhecimento saudável no contexto da Educação a Distância vise a qualidade de vida. Se não houver essa sociabilidade através do lazer. Todavia, quando do intervenção do poder público, pode-se disseminar surgimento das UnATIs na França, a preocupação cada vez mais o contexto inóspito da sociedade, que contribui grandemente para o medo que a maioria desenvolvimento de atividades culturais, com a tem de envelhecer, levando conseqüentemente à perspectiva de “ocupar o tempo livre” das pessoas perda do sentido da vida que acompanha muitos idosas e favorecer as relações sociais, não havendo idosos. Marin-Leon e Barros (2003) afirmam que a preocupação com a educação permanente e falta de sentido na vida leva a um alto nível de assistência jurídica. Uma segunda e terceira frustração existencial, o que deixa as pessoas em gerações de UnATIs, surgiram, respectivamente, um estado de vazio existencial muito grande, capaz ainda na França, em 1973 e na década de 1980. A de levá-las a depressão e ao suicídio. Na verdade, segunda geração teve como foco a preocupação os idosos têm muito medo de perderem o respeito com o ensino e a pesquisa, sendo as atividades social, o direito de continuarem ativos no trabalho, desenvolvidas sob os preceitos da participação e ou de serem considerados como “estorvos” no trabalho produtivo. Já Silvestre e Costa Neto (2003) envelhecimento. Já a terceira geração caracterizava- frisam que a educação pode ser um instrumento de se pelo acento em um “programa educacional mais emancipação e libertação das amarras que prendiam os idosos a uma vida sem graça e de dependência.
diversificadas a uma renovada população de O grande avanço nestes últimos dez anos se deu aposentados, cada vez mais escolarizada, a exigir por meio da flexibilização da educação, na cursos universitários formais, com direito a créditos modalidade aberta e à distância para as pessoas idosas, e diploma”. (Veras e Caldas, 2004, s.p.). O contribuindo para a construção de uma vida mais importante para esses autores é que as UnATIs saudável e (re)valorização do seu sentido de viver, possam “contribuir para a elevação dos níveis de além de ter a vantagem de facilitar a inserção social, saúde física, mental e social das pessoas idosas, poupando uma série de gastos e de dificuldades de locomoção, transporte, etc. Com a virtualização da informação e do conhecimento científico, abriu-se um Assim, as primeiras iniciativas de UnATI no espaço importante para a possibilidade de um número Brasil vieram da Universidade Federal de Santa maior de ingressantes em cursos regulares oferecidos Catarina, em 1983, a partir da criação do Núcleo de pelas Instituições de Educação Superior (IES). A Estudos de Terceira Idade e da PUC-Campinas, em busca por qualidade de vida tem norteado os 1990. Veras e Caldas (2004) afirmam que as investimentos que as IES estão fazendo em novas experiências da França e as diretrizes estabelecidas modalidades de educação, como a educação a pelo Plano Internacional de Ação sobre o distância, sobretudo priorizando as pessoas que não Envelhecimento das Nações Unidas, a partir da tinham acesso a esses meios, como os idosos e os Primeira Assembléia sobre o Envelhecimento, realizada em 1982, em Viena, contribuíram para a Universidades Abertas à Terceira Idade (UnATIs) são implantação, na década de 90, das várias UnATIs exemplos desses investimentos que estão presentes em desenvolvendo ações que valorizem essas pessoas.
As Gerações das UnATIs
As atividades da UnATI/UERJ tiveram início em 1993 e estavam vinculadas à Sub-Reitoria de Segundo Lima (1999), as primeiras atividades Extensão, tornando-se, em 1996, um núcleo da voltadas para a pessoa idosa no meio universitário, Universidade Estadual do Rio de Janeiro. O sentido surgiram na França, na década de 60, sendo que a da UnATI/UERJ está muito relacionado com a generalização do termo “universidade” emergiu idéia do processo de permanente construção de sua pelo fato da realização de conferências, palestras, estrutura, que se julga não concluída e que pretende produção de conhecimento por meio de pesquisas ser dinâmica na implementação dos seus eixos de ou por desenvolver ações dentro dos campi intervenção (UnATI/UERJ, 2008, s.p.).
universitários. Segundo Peixoto (1997, p. 46, citado A UnATI/UERJ trabalha com quatro eixos de por Lima, 1999), as UnATIs tiveram origem intervenção que buscam articular o ensino, a próxima a esses programas para a terceira idade e pesquisa e a extensão. O primeiro eixo é voltado os seus objetivos não se voltaram unicamente para para a pessoa idosa, desenvolvendo atividades em o aspecto intelectual, mas para a promoção da serviço de saúde, atividades socioculturais e Pesquisas e Práticas Psicossociais 3(1), São João del-Rei, Ag. 2008 Alves, V. P. & Lopes, C. Idosos, Inserção social e envelhecimento saudável no contexto da Educação a Distância educativas, atividades de integração e inserção a UnATI, passa pela característica de compreender social. O segundo, volta-se para os estudantes de a IES como “[.] aberta, dialógica e sistêmica e pós-graduação, profissionais e público não-idoso e dinamicamente direcionada para fora” (UCB, 2008, implementa atividades de formação, capacitação, s.p.). A UnATI/UCB deve se pautar, conforme a atualização, especialização de recursos humanos, educação continuada e preparação de cuidadores de intencionalidade de fazer da universidade uma pessoas idosas. Já o terceiro, prioriza a produção do “universidade em extensão”. Dessa forma, a Universidade Católica de Brasília preconiza que a estudantes de pós-graduação em atividades que tratam da produção de pesquisas, documentação,sites estruturados sob o formato de portal, tem sua razão de ser quando o conhecimento publicação e divulgação da produção dos gerado ou sistematizado for socialmente relevante, pesquisadores. O quarto, trabalha com a perspectiva da sensibilização da opinião pública e visibilidade conhecimento científico e seu conseqüente ensino,em algo histórico e socialmente significativo e da UnATI, voltando para o público externo e inserido no contexto, em vista do desenvolvimento desenvolvendo atividades de extensão, programa de sustentável da sociedade e do planeta.
divulgação e participação na formulação de A ênfase na educação continuada e na abertura dos campi para a pessoa idosa é algo presente nos A UnATI/UERJ (2008, s.p.) oferece cursos de registros sobre a UnATI/UCB, sobretudo os seus informática e internet para as pessoas idosas, sendo cursos de informática para pessoas idosas.
que o curso de informática tem como objetivo:“Capacitar aos alunos conhecimentos básicos deinformática, tornando-os aptos a utilizar sem receio O Que Faz a Educação a Distância para
os equipamentos da atual tecnologia”. Já o curso Dar uma Vida Saudável à Velhice?
No caso das duas UnATIs apresentadas (UERJ Permitir, aos alunos da terceira idade, o acesso ao e UCB), nota-se que há elementos conceituais ciberespaço (internet) e a sua cultura por meio de próximos na compreensão do que seja uma atividades que os desperte para o digital, aplicando universidade aberta, que pode ser articulada com a as tecnologias de comunicação e informação educação a distância, uma vez que ocorre nelas a disponibilizadas neste território em seu benefício, abertura de suas estruturas acadêmicas para possibilitando o resgate de sua cidadania com uso de promover, presencialmente, atividades com atenção práticas pedagógicas promotoras da autonomia,criação e socialização. aos idosos. Essa novidade de abrir suas instituiçõespara essas pessoas e oferecer-lhes educação a A UnATI/Universidade Católica de Brasília (UCB) distância, quer acompanhar o crescimento dosidosos que relatamos anteriormente.
A educação a distância tem contribuído de nasceu da experiência do projeto NUVEM – forma significativa para atingir a população que não Núcleo de Vivência do Envelhecimento. O projeto tinha acesso aos meios educacionais, por estarem distantes dos grandes centros urbanos ou por não extensão universitária que se intitula “Política ser um público alvo em potencial, como os jovens Social”, cujo objetivo se volta para “consolidar o recém saídos do Ensino Médio. A educação formal compromisso social e político da UCB com a e presencial, também conhecida como tradicional, sociedade, aliando a atividade acadêmica às ações não conseguiria alcançar os que normalmente não são os seus “clientes em potencial”, como os multidisciplinar que promovam o desenvolvimento idosos. Portanto, está acontecendo aqui uma grande sustentável e a melhoria da qualidade de vida dos revolução, pois os idosos estão descobrindo, com a ajuda das UnATIs, das ONGs, dos telecentros, das O projeto implementa atividades físicas, escolas dos comerciários e outras instituições afins, cursos, oficinas, palestras de esclarecimento sobre a a possibilidade de entrarem para o campo da terceira idade, observando a relação com o ensino, aprendizagem do uso da informática e da educação a pesquisa e a extensão. O eixo geral que mobiliza as iniciativas no campo da extensionalidade Ora, a educação a distância é uma modalidade promovida pela UCB e que, portanto, deve marcar educacional onde ocorre a mediação de tecnologiasde informação e comunicação entre estudantes e Pesquisas e Práticas Psicossociais 3(1), São João del-Rei, Ag. 2008 Alves, V. P. & Lopes, C. Idosos, Inserção social e envelhecimento saudável no contexto da Educação a Distância professores, desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos (Brasil, 2005). Com independentemente de se estar “estimulando a a educação a distância se imaginava um público- memória” ou não. Aqui queremos enfatizar os alvo constituído por jovens e adultos e não direitos e as oportunidades do acesso dos idosos à propriamente para aquelas pessoas acima de 60 educação a distância, tendo a vantagem de facilitar anos de idade. Todavia, tais situações podem ser as inserções sociais, já mencionadas anteriormente, adaptadas para as pessoas idosas. Klein (1998, p.
no sentido de poupar gastos e dificuldades de 129, citado por Kachar, 2003, p. 67) ao aplicar a locomoção, transporte, entre outros. No entanto, educação a distância para pessoas idosas chama a podemos mencionar os problemas de memória, que atenção para a necessidade de uma educação podem ser causados pela doença de Alzheimer, que é uma doença que consiste em lesões que aparecemprimeiro no lobo temporal, uma área seriamente As metáforas do ensino-aprendizagem mudaram de envolvida na formação da memória. Essa é uma das prescrição, controle, performance, domínio e manifestações conhecidas da doença de Alzheimer, mas também ocorrem perdas de habilidades transformação, questionamento e interação. A motoras (vestir-se, cozinhar, dirigir carro, lidar com teoria da pedagogia mudou, por sua vez, de estratégias universais para estratégias situacionais epara as necessidades de cada tipo específico de confusão mental. O uso do computador pode auxiliar na diminuição de alguns desses problemas,sobretudo relativos à memória. Os medicamentos A idéia de flexibilização do espaço-temporal, na oferta de educação continuada para as pessoas comportamento, mas o convívio social e a idosas, na modalidade à distância, funciona como criatividade podem envolver o paciente de uma um paradigma que ora imobiliza, inibe ou desafia forma ainda melhor, que possibilita um alento e as IES, estudiosos, pesquisadores e educadores para uma esperança no tratamento. A doença de ações que envolvam o uso, por exemplo, da Internet Alzheimer instala-se quando o processamento de junto às pessoas idosas. Flexibilização no sentido certas proteínas do sistema nervoso central começa de que se democratizam as oportunidades de acesso a dar errado. Surgem, então, fragmentos de ao ensino superior, desenvolvendo habilidades de proteínas mal cortadas, tóxicas, dentro dos auto-aprendizagem utilizadas pelas pessoas do neurônios e nos espaços que existem entre eles.
presencial e à distância, e ao mesmo tempo, Como conseqüência dessa toxicidade, ocorre perda progressiva de neurônios em certas regiões do independência nos estudos e a flexibilização da cérebro, como o hipocampo, que controla a oferta de cursos e disciplinas em função das memória, e o córtex cerebral, essencial para a A educação a distância precisa saber quem são os idosos que procuram por esse tipo de educação nas UnATIs, bem como sua classe social, seu grau de escolarização, a familiarização com o ambiente doença, Associação Brasileira de Alzheimer (ABA, virtual, o estímulo familiar para o uso social da Internet, o acesso e as condições de realizarsociabilidades e de produzir conhecimentos em 1 - Tratamento dos distúrbios de comportamento: ambiente virtual, as condições de saúde (audição, para controlar a confusão, a agressividade e adepressão, muito comuns nos idosos com visão, memória), e outras variáveis que devem ser demência. Algumas vezes, só com remédio do tipo consideradas ao se planejar iniciativas à distância no modelo “puro”, isto é, sem contato face a face.
neuleptil, risperidona, melleril,entre outros) pode Exemplo de estímulo da memória do idoso ao
ser difícil controlar. Assim, temos outros recursos inserir-se na educação a distância
não medicamentosos, para haver um melhorcontrole da situação. Um dos melhores recursos são Alguém poderia questionar a inserção do idoso as dicas descritas neste manual (Manual do na educação a distância, alegando os problemas decorrentes da idade, como a memória e a doença onde mostramos como agir perante aos maisdiferentes tipos de comportamento que o idoso ter, de Alzheimer. Queremos, no entanto, ressaltar que o mais importante é a conexão das necessidades dosidosos com o acesso às oportunidades sociais de Pesquisas e Práticas Psicossociais 3(1), São João del-Rei, Ag. 2008 Alves, V. P. & Lopes, C. Idosos, Inserção social e envelhecimento saudável no contexto da Educação a Distância 2 - Tratamento específico: dirigido para tentar Outra forma de preservar a memória é exercitá-la, melhorar o déficit de memória, corrigindo o praticá-la, usá-la cotidianamente. O melhor desequilíbrio químico do cérebro. Drogas como a exercício é a leitura, porque abrange todas as rivastigmina (Exelon ou Prometax), donepezil formas de memória: a memória visual, verbal, (Eranz), galantamina (Reminyl), entre outras, motora, a memória de curta duração e de longa podem funcionar melhor no início da doença, até a duração, a memória de imagens. A pessoa lê fase intermediária. Porém seu efeito pode ser “árvore” e movimenta as cordas vocais de acordo temporário, pois a doença de Alzheimer continua, com o som da palavra. Num instante, também, infelizmente, progredindo. Estas drogas possuem passam por sua cabeça todas as árvores de que é efeitos colaterais (principalmente gástrico) que capaz de lembrar-se. Lê “árvores secas” e se lembra podem inviabilizar o seu uso. Também, somente uma parcela dos idosos melhoram efetivamentecom Nestes depoimentos, é possível perceber a anticolinesterásicos, ou seja, não resolve em todos importância do estímulo que a memória precisa, os idosos demenciados. Outra droga, recentemente seja da vida afetiva ou da vida cognitiva.
lançada, é a memantina (Ebix ou Alois), que atua Particularmente, a educação a distância é um dos diferente dos anticolinesterásico. A memantina éum antagonista não competitivo dos receptores aspectos dessas novas aprendizagens que estimulam a vida cognitiva, embora haja uma sobrecarga intermediária para avançada, melhorando, em informacional no ambiente virtual, que pode afetar alguns casos, a dependência do portador para ou melhorar a memória e a aprendizagem da pessoa idosa ao trabalhar com a informática. A fixação deum determinado conteúdo disponível em um Uma vez feito o diagnóstico e constatada a ambiente virtual, diante do enfraquecimento da memória imediata, principalmente, frente a algo neuropsicológico do doente com Alzheimer, com o “novo” e “julgado complicado” pela pessoa idosa, nível de intervenção nestes doentes, e iniciar o podem gerar deficiências na fixação do objeto a ser tratamento de forma multidisciplinar, preventivo e apreendido. O aspecto da memória da pessoa idosa sintomático. Para Oliveira et al. (2008, s.p.), tem uma relação direta com a quantidade equalidade da informação disponível. Talvez, a a intervenção faz-se a nível psicossocial, terapia grande quantidade de informação em ambiente comportamental, reestruturação cognitiva e o virtual gere desgaste e futilidade para a pessoa respectivo tratamento medicamentoso. Enfatizamos idosa ao realizar suas sociabilidades em ambiente também o papel da nutrição e a importância da virtual. Essas problematizações, situações e atividade física, bem como alguns conselhos para afamília destes doentes. As demências são hipóteses apresentadas fazem parte do nosso “senso incuráveis, e urge uma intervenção bem estruturada de realidade” em relação às pessoas idosas, mas não de maneira a proporcionar alguma qualidade de nos imobilizam a pensar, como pesquisadores e educadores, a nossa contribuição a esse segmentosocial.
neurocientista e pesquisador na área de fisiologia da O papel das UnATIs frente a essa realidade
memória no Departamento de Bioquímica daPUC/RS, recentemente concedeu uma entrevista ao Dr. Dráuzio Varella, onde reforçou a necessidade para que ocorra a avaliação, planejamento, de um cuidado especial com a memória no processo do envelhecimento e no exercício da memória, desenvolvidas com as pessoas idosas no âmbito da quando o paciente é portador do mal de Alzheimer.
utilização das novas tecnologias da informação e Além, das medidas de prevenção clássicas, “não comunicação. Isso não significa dizer que as fumar, não beber, se não consegue fazê-lo com UnATIs devam se voltar eminentemente para a moderação, e da dieta equilibrada”, ele afirma que oferta de “cursos” para as pessoas idosasoferecidas na modalidade educacional à distância.
é importante manter-se ativo, muito ativo, e Por exemplo, cursos de formação para pessoas estimular a vida afetiva e cognitiva. Manter amigos idosas já aposentadas e interessadas em retornar ao e laços com a família contribui para a permanência mercado de trabalho representam uma possibilidade de recordações importantes pelo sentimento e de ação estratégica situacional. Situacional, no emoções que despertam. É fundamental manter tais sentido de apontar para determinado tipo de lembranças sempre vivas, porque vamos precisardelas. Quanto maior a idade, mais precisaremos.
público-alvo. Todavia, há também um campoimenso de intervenção que abarca a questão da Pesquisas e Práticas Psicossociais 3(1), São João del-Rei, Ag. 2008 Alves, V. P. & Lopes, C. Idosos, Inserção social e envelhecimento saudável no contexto da Educação a Distância disseminação e discussão em redes virtuais dos aspectos inerentes ao voluntariado, aos direitos envolvendo a Internet e, em particular, as pessoas sociais da pessoa idosa e de elementos relacionados idosas, se deve dar atenção para os eventuais exageros no uso dessa rede de comunicação einformação. Entre esses, destaca-se o “transtorno Considerações Finais
adictivo a Internet” que se caracteriza pelafreqüência muito grande aos recursos tecnológicos,citando especificamente o caso de jovens com o Se a quebra de paradigmas na utilização da “transtorno adictivo a Internet”. Existem várias modalidade educacional à distância junto aos formas de dependência como o cibersex, chats, professores e aos jovens universitários se configura jogos e busca patológica por informação, que em desafio, imaginemos essa situação no caso da relegam outras atividades importantes na vida, pessoa idosa. Todavia, esse desafio não pode imobilizar a capacidade de projetar iniciativas fragilizando suas relações sociais. Temos plena cidadãs que se consubstanciem em iniciativas para consciência desses riscos que, no caso específico o sujeito idoso. Entre as iniciativas que das pessoas idosas, pode repercutir em seu nível de vislumbramos para a utilização da Internet, saúde. Aliás, Kachar (2006, p. 302) afirma que não principalmente via indução das UnATIs para os encontrou na literatura indicação de que a espaços institucionais que contam com ações população da terceira idade apresenta dependência educativas à distância, evidentemente, analisando a exagerada como as crianças e adolescentes à relevância do conteúdo e as estratégias seletivas em Internet e que esse segmento social, conforme relação às situações específicas para determinados estudos, tem se utilizado dessa rede virtual, grupos de idosos, temos as seguintes hipóteses de principalmente por parte daqueles que vivem a) formação continuada para pessoas idosas em via de aposentadoria ou já aposentadas em especificidade da sua atuação junto ao sujeito b) adoção, particularmente nas IES/UnATIs, idoso em âmbito presencial nos próprios campi de uma política de incentivo de vagas para universitário. As UnATIs souberam muito bem pessoas idosas em cursos à distância e em associar ao sentido da Educação Permanente e disciplinas virtuais da graduação, inclusive, oportunizando a aproximação entre as gerações; distância. Elas nasceram de iniciativas de caráter c) constituição de espaços de sociabilidade atendimento no lugar, isto é, nos próprios campi democratização das informações, socialização universitários. O sentido da sua ação dá-se na das experiências, democratização da política, em relação presencial, oportunizando espaço para, uma perspectiva de poder político coletivo entre outras iniciativas, a alfabetização, para a (educação para a cidadania, espaços livres para natação, a orientação psicológica, jurídica, odontológica, fisioterapêutica, introdução à d) articulação de redes temáticas entre IES informática, que possibilitam um grande avanço no que tange a relação Terceira Idade com a Informática, como espaço de compartilhamento O termo “Universidade Aberta”, associado à de projetos educativos com atenção à pessoa educação continuada e à distância, pode ser o indutor para pensar propostas e projetos com a e) psicoativação computacional em programas de perspectiva ainda mais ampla de produção e saúde e técnicas computacionais, envolvendo socialização de informações e conhecimentos pequenos grupos de idosos em iniciativas de significativos para as pessoas idosas.
formação presencial em informática.
Por fim, concordamos com Kachar (2006, p.
302) quando afirma que “é preciso ter muito claro qual o objetivo da Internet na vida dos indivíduos da terceira idade e prepará-las para incentivar as atividades físicas e corporais para utilizar de modo proveitoso e sem risco à saúde e conquistar o bem-estar biológico, psicológico e social, sendo necessário considerar as esferaspsíquicas e mentais, que envolvam o exercício damemória.
Pesquisas e Práticas Psicossociais 3(1), São João del-Rei, Ag. 2008 Alves, V. P. & Lopes, C. Idosos, Inserção social e envelhecimento saudável no contexto da Educação a Distância Referências
Associação Brasileira de Alzheimer (ABA) (2008).
(UnATI/UERJ) (2008). Site da UnATI da Universidade Estadual do Rio de Janeiro com <http://www.alzheimer.med.br/>. Acesso em: www.unati.uerj.br Acesso em: 09 jul. 2008.
Belloni, M. L. (1999). Educação à distância.
Universidade Católica de Brasília (UCB) (2008).
Extensão: Diretoria Programa de Extensão – Brasil. Ministério da Educação (MEC) (2005).
Projeto UnATI. Disponível em:<www.ucb.br>.
Diário Oficial da União. Decreto-lei n. 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Regulamenta o art.
Varella, D. (2008). Sobre a memória. Entrevista 80 da Lei n. 9.394 de 20 de dezembro de 1996.
Camarano, A. (2004). Os novos idosos brasileiros http://www.drauziovarella.com.br/artigos/sme muito além dos 60? Rio de Janeiro: IPEA.
moria.asp>. Acesso em 14 agosto 2008.
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística Veras, R. P. & Caldas, C. P. (2004, abr./jun).
(IBGE) (2008). Indicadores Sociais Municipais Promovendo a saúde e a cidadania do idoso: o - uma análise dos resultados da amostra do movimento das universidades da terceira idade.
Censo Demográfico 2000 Disponível em Ciência & Saúde Coletiva, 9(2).
<http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2000/indicadores_sociais/comentarios.pdf > Acesso em 16 maio 2008.
Categoria de contribuição: Relato de Experiência Kachar, V. (2003). Terceira idade e informática: aprender revelando potencialidades. São Kachar, V. (2006). A terceira idade e a exploração do espaço virtual da Internet. In B. Corte, E. F.
Mercadante Envelhecimento e velhice: um guia para a vida.
São Paulo: Vetor.
Lima, M. A. (1999). A gestão da experiência de envelhecer em um programa para a terceiraidade: a UnATI/UERJ. Textos Envelhecimento,2(2).
Marin-Leon, L. & Barros, M. B. A. (2003, Jun.).
Mortes por suicídio: diferenças de gênero enível socioeconômico. Rev. Saúde Pública37(3), 357-363.
Oliveira, M. F. et. al. (2008). Doença de Alzheimer: Dissertação de Mestrado - Departamento dePsicologia da Universidade Lusíada do Porto,apresentada em abril de 2005. Disponível em<http://www.psicologia.com.pt/artigos/textos/TL0032.PDF>. Acesso em 14 agosto 2008.
Organização Mundial da Saúde (2008). Disponível em:<www.who.org>.Acesso em: 14 ago. 2008.
Silvestre, J. A. & Costa Neto, M. M. da (2003).
Abordagem do idoso em programas de saúdeda http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2003000300016&lng=es&nrm=iso.
Acesso em: 19 ago. 2008.
Pesquisas e Práticas Psicossociais 3(1), São João del-Rei, Ag. 2008

Source: http://www.ufsj.edu.br/portal-repositorio/File/revistalapip/volume3_n1/pdf/Alves_Lopes.pdf

Microsoft word - acv07-handbook-final.doc

A holistic perspective of security in Health related Virtual Communities I. Apostolakis1, A. Chryssanthou2, I. Varlamis3 Department of Computer Science and Technology Abstract A significant issue in health related applications is protecting a patient’s profile data from unauthorized access. In the case of telemedicine systems a patient’s medical profile and other medical informa

www60.cws.net

R E STLE SS LE G S SYN D R O M E FO U N DATI O N, I N C. Abstract | Restless legs syndrome characterized by a distressing urge to move the legs and sometimes also therapies fail to sufficiently mitigate 2004 other parts of the body, usually RLS, treatment with dopaminergic agents or opioids frequently brings of discomfort or pain in the leg or relief. Therapy with select antic

Copyright © 2010-2014 Medical Pdf Articles