Suomen sivusto, jossa voit ostaa halvalla ja laadukas Viagra http://osta-apteekki.com/ toimitus kaikkialle maailmaan.

Erityisesti laatu viagra tästä kaupasta voi taata henkilökohtaisesti priligy Paras laatu kehotan Teitä miellyttää.

(microsoft word - drogas terap\352uticas.doc)

Comentários O ácido valpróico (Depakene, Epilenil) é um anticonvulsivante também usado em distúrbios bipolares e na profilaxia da enxaqueca. Sua dosagem é útil para monitorização dos níveis terapêuticos e toxicidade. Cerca de 90% da droga liga-se à albumina, com pico plasmático em 1 a 8 horas e meia-vida de 6 a 16 horas. Estado de equilíbrio ocorre após 3 dias de uso do medicamento. Alguns pacientes necessitam de níveis séricos superiores aos valores de referência para controle das convulsões. A principal causa de níveis baixos é o não uso da medicação. Seu metabolismo é hepático (95%), sendo que drogas que induzem o citocromo P-450 como carbamazepina, fenitoína, fenobarbital e primidona reduzem seus níveis. O metabolismo também é dependente da idade, apresentando grandes variações individuais. O ácido valpróico aumenta os níveis de lamotrigina e fenobarbital. Valores acima de 200 µg/ml são considerados tóxicos. Pacientes com hipoalbuminemia podem ter toxicidade mesmo com níveis normais. O Depakote é uma preparação de liberação entérica composta de divalproato de sódio (ácido valpróico e valproato de sódio), que se dissocia completamente à ácido valpróico, sendo absorvido como tal. O uso desta apresentação acarreta em atraso no início da absorção, em relação à apresentação convencional. Método FPIA - Fluorescência polarizada Nível terapêutico 50 a 100µg/mL Condição - 0,5mL de soro. - JO 8h (alimentar). - Coletar de preferência antes da próxima dose do medicamento ou C.O.M. Informações necessárias Informar medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Laboratórios Não pode ser colhido em tubo com gel separador. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o e 8oC. Comentários O bromazepam (Lexotan, Somalium) é um benzodiazepínico usado como hipnótico, ansiolítico e miorrelaxante. Seu pico plasmático ocorre 2 horas após sua absorção, estando 70% da droga ligada às proteínas plasmáticas. Apresenta meia-vida de 20 horas e metabolismo hepático, sendo sua depuração influenciada por drogas que alteram o sistema microssomal hepático. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico 0,08 a 0,2µg/mL Condição - 2,0mL de soro ou plasma (heparina/EDTA) - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Informações necessárias Medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o e 8oC. Instituto Hermes Pardini - Drogas Terapêuticas Comentários A carbamazepina (Tegretol) é um anticonvulsivante, também usado para o tratamento de neuralgias e neuropatias diabéticas. Sua dosagem é útil para monitorização dos níveis terapêuticos e toxicidade. O pico plasmático ocorre em 6 horas, estando 75% da droga ligada às proteínas plasmáticas. Apresenta meia-vida de 12 a 40 horas e metabolismo hepático, podendo levar à indução das enzimas hepáticas e conseqüente aumento da depuração de outras drogas, bem como dela própria. Essa auto-indução é responsável pela diminuição da meia-vida da droga após seis semanas de tratamento. Cerca de 3 a 7 dias são necessários para que ocorra o estado de equilíbrio. A principal causa de níveis baixos é a não aderência ao tratamento. Drogas como fenitoína, fenobarbital e primidona podem reduzir os níveis da carbamazepina. Algumas drogas podem elevar os níveis séricos da carbamazepina: ácido valpróico, cimetidina, eritromicina, isoniazida, fluoxetina, propoxifeno e verapamil. Toxicidade ocorre com níveis acima de 12 µg/ml. Sua dosagem não detecta a oxcarbazepina. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico 4 a 12µg/mL Condição - 1,0mL de soro. - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Informações necessárias Informar medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Laboratórios Não pode ser colhido em tubo com gel separador. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o e 8oC. Comentários A ciclosporina (Sandimmun) é utilizada como imunossupressor especialmente em transplantados. A monitorização dos seus níveis sangüíneos é imperativa tendo em vista sua farmacocinética complexa. É um polipeptídeo cíclico, derivado de um fungo, o Tolycapocladium inflatum. Atinge pico de concentração entre 2 e 6 horas após dose oral, com meia-vida de 8 a 24h, sendo o tempo necessário para atingir níveis estáveis entre 2 e 6 dias. Sua complicação mais séria é a toxicidade renal, que se inicia quando níveis da droga estão acima de 400ng/ml. A creatinina começa a se elevar 3 a 7 dias após aumento da ciclosporina plasmática, e cai 2 a 14 dias após sua redução. Drogas que aumentam o nível da ciclosporina: corticóides, cimetidina, ranitidina, danazol, diltiazem, testosterona, anfotericina B, eritromicina, nicarpidina, cetoconazol, anticoncepcionais, furosemida, amiodarona, warfarin, metoclopramida e etanol. Drogas que diminuem o nível da ciclosporina: fenobarbital, carbamazepina, ácido valpróico, fenitoína, primidona, rifampicina, isoniazida, sulfametoxazol e trimetoprim. Método Imunoensaio enzimático Valor de referência Transplante renal 150 a 300ng/mL Transplante cardíaco, hepático, pancreático 150 a 400ng/mL Condição - 5,0mL de sangue total (EDTA). - Horário da coleta C.O.M. Informações necessárias Informar: se está tomando medicamento de nome Sandimun® ou outros medicamentos, qual a dosagem diária total e em qual horário tomou o último comprimido. Conservação para envio Até 7 dias entre 2o e 8oC. Instituto Hermes Pardini - Drogas Terapêuticas Comentários O clobazam (Frisium, Urbanil) é um benzodiazepínico usado como hipnótico, ansiolítico e miorrelaxante. Também utilizado como anticonvulsivante complementar ao tratamento da epilepsia. Sua meia-vida é de 10h a 30h. Pode elevar o nível sérico da carbamazepina, fenitoína, fenobarbital e ácido valpróico. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico 200 a 1200ng/mL Condição - 2,0mL de soro ou plasma (heparina/EDTA). - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Informações necessárias Medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o a 8oC. Comentários O clonazepam (Rivotril) é um benzodiazepínico usado como hipnótico, ansiolítico e miorrelaxante. Também utilizado como anticonvulsivante. Seu pico ocorre 2 horas após a absorção, com meia-vida de 20h a 40h. Cerca de 85% da droga liga-se às proteínas plasmáticas, sendo seu metabolismo hepático. Essa droga não tem efeito indutor enzimático. Os níveis estáveis ocorrem em 5 a 10 dias. Eficácia terapêutica não é bem correlacionada com os níveis séricos. Valores acima de 80 ng/ml são considerados tóxicos. O uso concomitante de carbamazepina pode interferir na dosagem de clonazepam por HPLC. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico 15 a 60ng/mL Condição - 2,0mL de soro ou plasma (heparina/EDTA). - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Informações necessárias Medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o e 8oC. Instituto Hermes Pardini - Drogas Terapêuticas Comentários O diazepam (Dienpax, Valium, Diazepam) é um benzodiazepínico usado como hipnótico, ansiolítico e miorrelaxante. Também utilizado no tratamento agudo de crises convulsivas. Cerca de 95% da droga está ligada às proteínas plasmáticas. Seu pico ocorre 1 hora após a dose oral, com meia-vida plasmática de 20 a 50 horas. Entretanto, a meia-vida no sistema nervoso central é mais curta. Seu metabolismo é hepático, não tendo efeito indutor enzimático. O tabagismo, fenitoína, fenobarbital e rifampicina diminuem a meia-vida do diazepam. Anticoncepcionais orais, cimetidina e isoniazida aumentam os níveis plasmáticos do diazepam. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico 100 a 1.000 ng/mL Condição - 2,0mL de soro ou plasma (heparina/EDTA). - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Informações necessárias Medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o e 8oC. Comentários A difenil-hidantoína ou fenitoína (Epelin, Hidantal) é utilizada como anticonvulsivante. Sua dosagem é útil para a monitorização dos níveis terapêuticos e toxicidade. Cerca de 90% da fenitoína circula ligada às proteínas plasmáticas com meia-vida de 20 a 40h (10h em crianças). O metabolismo é hepático, e o estado de equilíbrio é alcançado em 1 a 5 semanas. A principal causa de níveis baixos é a não aderência ao tratamento. A absorção da droga pode ser mais baixa em menores de um ano de idade e quando do uso concomitante de antiácidos e fenobarbital. Crianças e alguns adultos podem ter metabolismo hepático mais rápido, o que acarreta em níveis séricos mais baixos. Gravidez, doenças virais, dieta por sonda entérica, etilismo e algumas drogas (carbamazepina, ácido fólico, oxacilina, nitrofurantoína, cimetidina, warfarin, ácido valpróico) podem diminuir níveis da fenitoína. Níveis elevados podem decorrer de interação com outras drogas: cimetidina, etanol, fenilbutazona, ibuprofen, amiodarona, imipramina, miconazol, metronidazol, nifedipina, isoniazida e trimetoprim. Níveis acima de 25 µg/ml são considerados tóxicos. Fenitoína pode diminuir níveis de várias drogas: ácido valpróico, carbamazepina, primidona, corticóides, clorafenicol, doxiciclina, lamotrigina, warfarin, ciclosporina, lamotrigina, warfarin e ciclosporina. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico Adulto 10 a 20µg/mL Criança 6 a 11µg/mL Condição - 0,5mL de soro. - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Informações necessárias Medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Instituto Hermes Pardini - Drogas Terapêuticas Laboratórios Não pode ser colhido em tubo com gel separador. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o e 8oC. Comentários É um digitálico amplamente utilizado no tratamento da insuficiência cardíaca sistólica e no controle de distúrbios do ritmo cardíaco. A dosagem deve ser realizada 6 horas após a última dose do medicamento, sendo útil para se prevenir toxicidade. Cerca de 25% da digoxina encontra-se ligada às proteínas plasmáticas com meia-vida de 20 h a 60 h, se função renal normal. O estado de equilíbrio é alcançado em 5 dias. A toxicidade pelo digital pode ocorrer mesmo em níveis terapêuticos quando há hipocalemia, hipomagnesemia, alcalose, hipercalcemia, hipóxia e infarto agudo do miocárdio. Alguns compostos endógenos podem ter reatividade cruzada com a digoxina, determinando níveis falsamente elevados. Esses compostos podem ocorrer na insuficiência renal, insuficiência hepática, gravidez e em crianças. Quinidina, verapamil e amiodarona podem elevar os níveis séricos da digoxina. Níveis baixos podem ser encontrados nas tireoidopatias e na diminuição do fluxo mesentérico. Algumas drogas diminuem a absorção da digoxina: metoclopramida, colestiramina, antiácidos, laxativos e fenitoína. Drogas que aumentam níveis de digoxina: indometacina, diltiazem, eritromicina, itraconazol, espironolactona. Ressalta-se que sua dosagem não detecta a digitoxina. Método Quimioluminescência Nível terapêutico de 0,8 a 2,0 ng/mL Níveis tóxicos - adultos : acima 2,5 ng/mL (3,2 nmol/L) - crianças : acima de 3,0 ng/mL(3,2 nmol/L) Obs: Esse nível terapêutico deve ser considerado após 4 horas de administração do medicamento. Em períodos mais curtos, valores superiores a 2,5 ng/mL não significam necessariamente níveis tóxicos. Condição - 0,5mL de soro. - J.O. 4h (alimentar). - Coletar de preferência antes da próxima dose do medicamento. - J.D. do medicamento de 6h ou C.O.M. Informações necessárias Informar medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 7 dias entre 2o e 8oC. Instituto Hermes Pardini - Drogas Terapêuticas Comentários O fenobarbital (Edhanol, Gardenal) é utilizado como anticonvulsivante. Sua dosagem é útil para monitorização dos níveis terapêuticos e toxicidade. Pico plasmático ocorre em 2 a 4 horas após absorção. Apresenta meia-vida de 40 a 70 horas em crianças e de 50 a 120 horas em adultos, sendo que 50% da droga encontra-se ligada às proteínas plasmáticas. Possui metabolismo hepático, sendo um indutor enzimático potente. Cerca de 8 a 25 dias são necessários para que níveis séricos se estabilizem. A principal causa de níveis baixos é a não adesão ao tratamento. Interações medicamentosas com antipsicóticos, clorafenicol, acetazolamida, fenitoína e piridoxina podem reduzir os níveis do fenobarbital. Crianças e alguns adultos podem ter metabolismo hepático da droga acelerado. Níveis elevados podem decorrer do uso concomitante de ácido valpróico, fenitoína e furosemida, nas hepatopatias e na insuficiência renal. O fenobarbital pode reduzir os níveis de fenitoína, teofilina, ciclosporina, cimetidina, warfarin, anticoncepcional oral, cimetidina, vitamina D, ácido valpróico, carbamazepina e oxcarbazepina. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico Adulto 15 a 40µg/mL Criança 20 a 60µg/mL Condição - 0,5mL de soro. - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Laboratórios Não pode ser colhido em tubo com gel separador. Informações necessárias Medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o e 8oC. Comentários A fluoxetina (Daforin, Prozac) é um antidepressivo não tricíclico também utilizado no tratamento da tensão pré-menstrual. Sua dosagem é útil para monitorização dos níveis terapêuticos e toxicidade. Possui meia-vida de 2 a 3 dias, estando 95% ligada às proteínas plasmáticas. O estado de equilíbrio ocorre em 10 a 15 dias. Níveis acima de 2000 ng/ml são considerados críticos. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico 100 a 800ng/mL Condição - 1,0mL de soro. - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Laboratórios Não pode ser colhido em tubo com gel separador. Informações necessárias Medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o e 8oC. Instituto Hermes Pardini - Drogas Terapêuticas Comentários A gabapentina (Neurotin, Progresse) é uma droga utilizada como anticonvulsivante complementar no tratamento de crises convulsivas parciais, algumas neuralgias e afecções psiquiátricas. Sua absorção não é influenciada pela alimentação, estando menos de 3% da droga ligada às proteínas plasmáticas. Cerca de 90% da droga é excretada inalterada na urina, apresentando meia-vida de 5 a 7 horas. Antiácidos podem diminuir sua absorção. A gabapentina pode diminuir os níveis plasmáticos da fenitoína. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico Não estabelecido. Pode-se considerar de forma orientativa, níveis de 3,0 a 4,0 mg/L, três horas após a administração de 300,0 a 400,0mg. Condição - 1,0mL de soro. - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - Coletar 3 a 4 horas após dose do medicamento ou C.O.M. Laboratórios Não pode ser colhido em tubo com gel separador. Informações necessárias Medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o e 8oC. Comentários A lamotrigina (Lamictal, Neurium) é um anticonvulsivante complementar no tratamento de crises convulsivas tônico-clônicas e parciais complexas. Sua dosagem é útil para a monitorização dos níveis terapêuticos e toxicidade. Apresenta pico sérico 5 horas após sua absorção, com meia-vida de 23 h a 72 h (menor em crianças). Cerca de 55% da droga está ligada às proteínas plasmáticas. O ácido valpróico inibe o metabolismo desta droga podendo causar níveis elevados. Drogas que induzem sistema microssomal podem diminuir seus níveis (ex: carbamazepina, fenobarbital). Quadro de hipersensibilidade cutânea pode ocorrer independente do nível sérico. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico 3 a 14 µg/mL Condição - 1,0mL de soro. - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Laboratórios Não pode ser colhido em tubo com gel separador. Informações necessárias Medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o e 8oC. Instituto Hermes Pardini - Drogas Terapêuticas Comentários Os sais de lítio (Carbolitium, Carbolim) são largamente utilizados na psicose maníaco-depressiva e outros distúrbios psiquiátricos. Sua dosagem é útil para monitorização dos níveis terapêuticos e toxicidade. Coleta deve ser realizada 12 h após última dose. Apresenta pico plasmático 2 h após a absorção (4 h em caso de preparações de liberação lenta), com meia-vida de 18 a 24 h. O estado de equilíbrio ocorre em 90 a 120 h. A depuração da droga aumenta na gravidez, na reposição de sódio, no uso de acetazolamida, teofilina e cafeína. Os níveis aumentam na insuficiência renal, desidratação, hiponatremia, uso de diuréticos, inibidores da ECA, haloperidol, clorpromazina e anti-inflamatórios não esteróides. Os níveis acima de 1,5 mEq/l são considerados tóxicos. Podem causar diminuição de T4 e elevação do TSH transitória. Método Eletrodo seletivo Nível terapêutico 0,6 a 1,2mEq/L Condição - 1,0 mL de soro. - JO 12h (alimentar). - Coletar de preferência antes da próxima dose do medicamento ou C.O.M. Atenção: esta dosagem se destina a monitorização terapêutica. Para pacientes que não fazem uso de medicamento, deverá ser solicitado lítio endógeno. Informações necessárias Informar medicamentos em uso, dia e hora da última dose. Conservação para envio Enviar material congelado. Estabilidade 2 dias. Comentários O nitrazepam (Nitrapan, Nitrazepol, Sonebon) é um benzodiazepínico usado no tratamento da insônia, de crises convulsivas mioclônicas e em espasmos musculares. Sua dosagem é útil para monitorização dos níveis terapêuticos e toxicidade. Apresenta meia-vida de 18 a 57 horas. Uso de anticoncepcional oral pode reduzir sua depuração. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico 200 a 1000ng/mL Condição - 2,0mL de soro ou plasma (heparina/EDTA). - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Informações necessárias Medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o a 8oC. Instituto Hermes Pardini - Drogas Terapêuticas Comentários O oxazepam é o metabólito ativo de vários benzodiazepínicos que são usados como hipnóticos, ansiolíticos e anticonvulsivantes. Em outros países também está disponível em fórmula isolada. Sua dosagem é útil para monitorização dos níveis terapêuticos e toxicidade. Os picos plasmáticos ocorrem 2 a 4 horas após a absorção. Possui meia-vida de 4 a 12 horas, estando 95% da droga ligada às proteínas plasmáticas. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico 200 a 1.400ng/mL Condição - 2,0mL de soro ou plasma (heparina/EDTA). - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Informações necessárias Medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o a 8oC. Comentários A oxcarbazepina (Auran, Trileptal), um derivado da carbamazepina, é um anticonvulsivante. Apresenta meia-vida de 2 h, sendo que seu metabólito ativo 10-monohidroximetabólito tem meia-vida de 9 horas. Sua dosagem é útil para monitorização dos níveis terapêuticos e toxicidade. Concentrações estáveis ocorrem após 2 a 3 dias de uso, estando 40% da droga ligada às proteínas plasmáticas. Apresenta eliminação principalmente renal. A oxcarbazepina pode aumentar os níveis de fenobarbital, fenitoína e diminuir os níveis de anticoncepcionais orais e lamotrigina. A carbamazepina, fenobarbital, fenitoína, ácido valpróico e o verapamil podem reduzir os níveis de oxcarbazepina e seus metabólitos. Não é recomendado o uso concomitante com IMAO. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico 15 a 35µg/mL Condição - 1,0mL de soro. - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Laboratórios Não pode ser colhido em tubo com gel separador. Informações necessárias Medicamentos em uso, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o e 8oC. Instituto Hermes Pardini - Drogas Terapêuticas Comentários A primidona (Primidon) é um anticonvulsivante utilizado nas crises convulsivas tônico-clônicas e parciais. Seu metabolismo é hepático, sendo seu principal metabólito ativo o fenobarbital, que também deve ser monitorado durante o uso da primidona. Após sua absorção, o pico plasmático ocorre em 3 a 6 horas. Apresenta meia-vida de 4 a 12 horas, estando 20% a 30% da droga ligada às proteínas plasmáticas. A primidona e seus metabólitos são indutores enzimáticos. Pacientes metabolizadores rápidos apresentam meia-vida mais curta. Primidona diminui os níveis de anticoagulantes e anticoncepcional oral. Pacientes com insuficiência renal e em uso de ácido valpróico e clonazepam tendem a níveis mais elevados de primidona. A razão fenobarbital/primidona ótima é de 2.5, podendo ser mais elevada se o paciente estiver usando outros anticonvulsivantes. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico 5,0 a 15,0µg/mL Condição - 0,5mL de soro. - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Laboratórios Não pode ser colhido em tubo com gel separador. Informações necessárias Medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o a 8oC. Comentários A teofilina é um broncodilatador de utilidade controversa na doença broncopulmonar obstrutiva crônica e asma. É uma metilxantina com estrutura similar à cafeína, sendo a aminofilina (sal etilenediamina da teofilina) a preparação mais utilizada. A meia-vida da teofilina é variável: 6 a 10 horas em adultos normais; 2 a 9 horas em crianças; 18 a 24 horas na insuficiência cardíaca; 29 horas na cirrose hepática. A coleta deve ser realizada no pico (2 horas após uso de medicamentos de preparação rápida e 4 a 6 horas após preparação de liberação lenta), ou imediatamente antes da 4ª dose (preparações rápidas), ou antes da 3ª dose (preparações de liberação lenta). As dosagens da teofilina podem ser feitas dois dias após início ou alteração da terapia. Cimetidina, alopurinol, eritromicina, propranolol, vacina anti-gripal, ciprofloxacin, amiodarona, anticonceptivos orais e clindamicina podem elevar os níveis da teofilina. A concentração da teofilina pode ser diminuída por tabagismo, fenobarbital, Cannabis sativa, rifampicina, carbamazepina e fenitoína. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico 10 a 20µg/mL Condição - 0,5mL de soro. - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Laboratórios Não pode ser colhido em tubo com gel separador. Instituto Hermes Pardini - Drogas Terapêuticas Informações necessárias Medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o a 8oC. Comentários A amitriptilina (Tryptanol, Limbitrol), clomipramina (Anafranil), imipramina (Tofranil) e nortriptilina (Pamelor) são drogas amplamente usadas como antidepressivos. Suas dosagens são úteis para monitorização dos níveis terapêuticos e toxicidade, uma vez que apresentam janela terapêutica estreita. Níveis estão estáveis após 2 a 3 semanas de uso das drogas. O pico plasmático ocorre 4 a 8 horas após absorção. Coleta deve ser realizada 12h após última dose. Amitriptilina possui meia-vida de 20 a 40 horas. Imipramina possui meia-vida de 5 a 24 horas. A desipramina é um metabólito da imipramina cuja meia-vida é maior, 20 a 90 horas. A nortriptilina, principal metabólito da amitriptilina, possui meia-vida de 20 a 60 horas. Níveis dessas drogas maiores que 500 ng/ml são considerados tóxicos. Níveis elevados podem advir de interações medicamentosas: hidrocortisona, neurolépticos, cimetidina e anticoncepcional oral. Níveis podem ser diminuídos pelo uso de barbitúricos e tabaco. Indivíduos negros tendem a ter níveis mais elevados da droga. Níveis plasmáticos terapêuticos podem não se correlacionar com a efetividade do tratamento. Método FPIA - Polarização de fluorescência Níveis terapêuticos Condição - 0,3 mL de soro. - JO 8h (alimentar). - Coletar de preferência antes da próxima dose do medicamento ou C.O.M. Informações necessárias Informar: medicamentos em uso, dia e hora da última dose. Laboratórios Não pode ser colhido em tubo com gel separador. Conservação para envio Até 24 horas entre 2o e 8oC. Comentários A vigabatrina (Sabril) é um anticonvulsivante análogo estrutural do ácido gama-aminobutírico (GABA). Apresenta meia-vida de 5 a 8 horas, sendo excretada principalmente pela urina. A vigabatrina reduz em cerca de 20% as concentrações plasmáticas da fenitoína. Níveis terapêuticos não são bem correlacionados com os níveis séricos. Método Cromatografia Líquida de Alta Performance - HPLC Nível terapêutico 12 a 22mg/L Condição - 1,0mL de soro. - JD 4h (alimentar) ou C.O.M. - A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou C.O.M. - Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação. Instituto Hermes Pardini - Drogas Terapêuticas Laboratórios Não pode ser colhido em tubo com gel separador. Informações necessárias Medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última dose. Conservação para envio Até 14 dias entre 2o e 8oC. Instituto Hermes Pardini - Drogas Terapêuticas

Source: http://www.hermespardini.com.br/imagens/atualiz_manual_34.pdf

Conference report

Journal of the Accident and Medical Practitioners Association (JAMPA) 2006; Vol 3. (No. 2) © Accident and Medical Practitioners Association, New Zealand ___________________________________________________________________________ Conference Report: Mediterranean Emergency Medicine Conference Nice, September 2005 Stephen Adams, MBChB, DipAnaes (UK), FAMPA Goodfellow Unit, U

6odel.dt

The new england journal of medicine d r u g t h e r a p y Therapeutic Strategies for Rheumatoid Arthritisheumatoid arthritis, a chronic, systemic, inflammatoryFrom the Department of Internal Medicine,University of Nebraska Medical Center;autoimmune disease, has as its primary target the synovial tissues. When thedisease is unchecked, it leads to substan

Copyright © 2010-2014 Medical Pdf Articles